Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2012 Dezembro Professores da Uneal assinam termos de outorga de bolsas da Fapeal
11/12/2012 - 08h24m

Professores da Uneal assinam termos de outorga de bolsas da Fapeal

Reitor Jairo Campos representou a instituição na solenidade

Professores da Uneal assinam termos de outorga de bolsas da Fapeal

Clau Soares, com Agência Alagoas

O reitor da Universidade Estadual de Alagoas, professor Jairo José Campos da Costa, assinou a outorga de bolsas de pesquisa e para o acervo bibliográfico concedido pela Fundação de Amparo à Pesquisa em Alagoas (Fapeal), na tarde desta segunda-feira (10). A solenidade foi realizada no auditório da fundação, no centro de Maceió. 

 
Na ocasião, Jairo Campos destacou o trabalho que está sendo realizado pelo secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Eduardo Setton e pela presidente da Fapeal, Janesmar Cavalcanti. “A chegada da professora Janesmar à Fapeal tem sido um divisor de água para a pesquisa em Alagoas, com a abertura de editais especiais de pesquisa para as universidades estaduais”, destacou.
 
A avaliação da Uneal pelo Ministério da Educação, na qual recebeu conceito 2 – considerado insastifatório, foi exposta ao governador Teotônio Vilela Filho pelo reitor. Jairo Campos falou das dificuldades de atender às exigências do MEC, em virtude dos baixos recursos financeiros da instituição.
 
O reitor lembrou que “estamos em um momento de crise, com uma greve que já dura três meses”, e solicitou ao chefe do Executivo estadual uma solução definitiva para a questão. “Gostaria muito de concluir o ano com essa situação resolvida para que possamos iniciar 2013 com as atividades normalizadas”, enfatizou. 
 
Em sua fala, o governador Teotônio Vilela Filho afirmou que há projetos para Uneal, e que o Estado passa por uma profunda crise financeira. “O governo tem projetos para a Uneal, com recursos da ordem de R$ 11 milhões do Banco Mundial”, afirmou. Vilela esclareceu que há demandas emergenciais em outros setores do Estado, mas que todas as solicitações têm sido avaliadas.
 
Os professores da Uneal José Crisólogo Sales, Fábio Cunha e Carolina Beltrão também compareceram à solenidade. 
 
A pesquisa em Alagoas
 
Na solenidade, foram assinados os termos de outorga de cinco editais lançados pela Fapeal, com recursos da ordem de R$ 3,5 milhões que vão beneficiar 76 pesquisadores e a infraestrutura de seis campi das universidades estaduais.
 
Os contemplados tiveram seus projetos aprovados em editais voltados às instituições públicas superiores de ensino e pesquisa. Os recursos são provenientes do Governo do Estado, por meio da Fapeal e de parcerias com agências federais de financiamento à pesquisa e desenvolvimento. O evento foi voltado para o fortalecimento da concepção de ensino e pesquisa aliada ao desenvolvimento social, e pautou uma série de ações que visam integrar a produção em ciência, tecnologia e inovação com o sistema produtivo do Estado.
 
A presidenta da Fapeal, Janesmar Cavalcanti, ressaltou a importância das parcerias com a Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti) e a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e com os pesquisadores das universidades federal e estaduais. “Queremos induzir o desenvolvimento, com foco em reduzir os problemas sociais, e agradecemos a todos que responderam à nossa chamada pública para estes editais”, afirmou.
 
Os beneficiados irão executar projetos nos seguintes convênios: Programa de Infraestrutura Para Jovens Pesquisadores (R$1,865 milhão), Programa de Apoio a Núcleos Emergentes (1,132 milhão), Expansão de Acervos Bibliográficos (R$ 100 mil), Pró-Equipamentos (R$340 mil) e Mestrado Profissional em Matemática (R$35 mil, aproximadamente).
 
Também prestigiaram o evento, o secretário de Ciência, da Tecnologia e da Inovação, Eduardo Setton; os reitores da Ufal, Uneal e Uncisal, representantes da reitoria do Ifal, pesquisadores beneficiados e colaboradores da Secti e Fapeal.
 
Em seu pronunciamento, o secretário de Ciência e Tecnologia, Eduardo Setton, informou que a parceria entre instituições de ensino e pesquisa com o Governo de Alagoas tem conseguido integrar a academia ao setor produtivo, fortalecendo as cadeias produtivas no Estado.
 
Na oportunidade, o governador Teotonio Vilela declarou que percebe o comprometimento dos gestores da Fapeal e Secti, ambos docentes e pesquisadores comprometidos para integrar o sistema de ciência, tecnologia e inovação às políticas governamentais. Teotonio também destacou a gestão de de Eduardo Setton e Janesmar Cavalcanti.
 
Ações do documento

banner_lateral_SEI.jpg

sisu.png

sistema academico

sistema-academico-tecnico.jpg

CPL

logo prodic

revistas.png

egresso-frase.png

ouvidoria.png

lateral_registro_diplomas_externos.jpg