Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2017 Janeiro “Eu quero retornar à Uneal”, revela egresso aprovado em doutorado
24/01/2017 - 14h20m

“Eu quero retornar à Uneal”, revela egresso aprovado em doutorado

Egresso é grato aos professores da Uneal pelo incentivo à pesquisa

“Eu quero retornar à Uneal”, revela egresso aprovado em doutorado

Henrique no Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste, na UFPE

Vilceia Melo 

Gratidão é a palavra que resume e define o sentimento do ex-aluno do curso de Química da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Henrique Barbosa Gonçalves, 27 anos. Ele afirma que a universidade teve um papel fundamental no que se refere à orientação e incentivo para seguir a carreira acadêmica.

Henrique Barbosa acabou de concluir o primeiro semestre do doutorado em química pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).  A dissertação de doutorado aprovada pela universidade pernambucana é em Ciência de Materiais, uma área afim da química, no ramo das ciências exatas.

O ex- aluno da Uneal, que iniciou o curso de Química aos 18 anos, relata que a participação nos cursos de extensão durante a licenciatura e o incentivo dos professores foram determinantes para despertar o interesse pelo universo da pesquisa científica.

“A minha primeira experiência com a pesquisa foi o projeto Farmácia Viva, orientado pelo professor Rubens Pessoa. Foi ali que eu percebi o quanto eu queria aprender mais e entender que uma pesquisa desenvolvida por mim poderia ajudar a tantas pessoas”, relatou.

Ele afirma que para boa parte dos profissionais, o diploma de uma universidade é uma grande oportunidade para ingressar no mercado de trabalho. Para outros, a conclusão do ensino superior é apenas o início do caminho para seguir na carreira acadêmica.

Para o egresso da Uneal esse foi o caminho escolhido. Aos 23 anos concluiu a licenciatura em Química e três meses após a formatura, já foi aprovado, em primeiro lugar, no mestrado pela Universidade Federal de Sergipe. Em abril do ano passado Henrique concluiu o mestrado, e já em agosto do mesmo ano, conseguiu a aprovação no doutorado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Mais uma vez lembrou-se da importância dos professores da Uneal nesse jornada em busca da especialização do ensino superior.

“O professor Dilton Gonçalves Teixeira, que coordenava o curso de Química na Uneal, me convidou para ser professor voluntário e ministrei aula durante seis meses. Ele sabia que essa experiência poderia elevar minha nota na avaliação da bancada da UFPE, e foi exatamente isso o que ocorreu. Sem essa experiência provavelmente não teria alcançado a nota de classificação", afirmou o egresso da Uneal.

A conquista na aprovação do doutorado que parecia ser uma das últimas etapa desse caminho pela vida acadêmica não foi tão simples. Com a redução dos investimentos do governo federal no ensino superior, o ex-aluno da Uneal descobriu que a pós-graduação não disponibilizava mais da  bolsa de pesquisa para custear as despesas na capital pernambucana.

“Ingressar no doutorado não foi tão simples assim. Tive que pedir demissão dos colégios que dava aula em Arapiraca, deixei minha família, e ainda tive que enfrentar essa outra batalha: a dificuldade financeira” revelou.

Mas o destino quis contribuir com a história de determinação, perseverança e fé daquele jovem que ingressou na Uneal aos 18 anos, filho de mãe solteira e o único membro da família que conseguiu concluir o ensino superior e, que em breve, receberá o título de doutor em química.

“No final de novembro a minha orientadora me chamou para conversar e disse que uma aluna dela ganhou uma bolsa no doutorado, mas conseguiu uma oportunidade de trabalho no exterior. A professora estava tentando transferir a bolsa dessa aluna para mim. Então eu perguntei como isso era possível se eu era o 19º colocado no seleção do doutorado. Ela contou que eu teria que me encaixar nos critérios de transferência de bolsa. E por uma força divina eu sou o único dos 19 alunos que está cursando o doutorado em Química", que atendeu  a todos os critérios e conseguiu a bolsa”, revelou emocionado Henrique Gonçalves.

Até a conclusão do doutorado, no primeiro semestre de 2020, Henrique Barbosa torce que ocorra concurso público para professor da Uneal. “ Eu quero retornar à Uneal como professor concursado e contribuir para o fortalecimento dessa instituição de ensino pública que foi tão importante na minha vida acadêmica”, finalizou.

 

Ações do documento

bannereduneal.jpg

banner_lateral_SEI.jpg

sisu.png

sistema academico

sistema-academico-tecnico.jpg

CPL

logo prodic

egresso-frase.png

bannereduneal.jpg

ouvidoria.png

lateral_registro_diplomas_externos.jpg