Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2017 Novembro Em Banff, reitor apresenta agenda positiva da Uneal para o mundo
24/11/2017 - 13h30m

Em Banff, reitor apresenta agenda positiva da Uneal para o mundo

Em Banff, reitor apresenta agenda positiva da Uneal para o mundo

Tim Loreman, Jairo Campos e Manfred Zeuch

Na última quinta-feira, 23, o reitor Jairo Campos, em atividade no Canadá, proferiu uma conferência em Banff, para um evento sobre a questão indígena, organizado pela Universidade Concórdia de Edmonton.

Em sua fala, o gestor contextualizou o multiculturalismo como eixo conceitual e filosófico de sua estada à frente da reitoria da UNEAL. Nela pontuou as relações de alguns elementos da colonização européia nos atuais povos indígenas e os desafios para "reparar a dívida histórica do Brasil para com o nosso povo tradicional".

Como não poderia deixar de ser, o reitor explicou o funcionamento do Programa de Licenciatura Intercultural Indígena, Prolind, da UNEAL, "o primeiro em 200 anos de Alagoas". E com isso também, criticou a política de contingenciamento do governo federal brasileiro atual que deu descontinuidade a várias frentes, incluindo o Prolind.

O gestor também apresentou dados que mostram o aumento da mortalidade infantil e de suicídio entre a população indígena brasileira, além do atraso de demarcações de terras. Desse modo, Jairo Campos, criticou as Medidas Provisórias - MP'S, em curso, no atual governo Temer, "que reduz direitos e atrapalha os avanços de nossos índios obtidos nos últimos anos".

Para o reitor, o momento positivo vivido pela Uneal está sendo possível graças ao trabalho e comprometimento de sua equipe gestora e destaca o papel do professor Adelson Lopes, "um dos maiores pesquisadores sobre índios alagoanos", que o acompanha nesta missão, e que, juntamente com duas professoras, de Concórdia e do Porto, apresentaram, na Conferência Internacional Indígena, um trabalho sobre o toré Xucuru-Kariri como manifestação religiosa, cultural, histórica, sociológica e musical dos povos indígenas de Alagoas.

O gestor agradeceu aos seus anfitriões, o reitor da Universidade Concórdia de Edmonton, professor Tim Loreman e o Pró-Reitor para Assuntos Externos e Relações Internacionais, professor Manfred Zeuch.

Ao fim de sua intervenção, o reitor recitou um poema "Eu vos anuncio a consolação", do alagoano Jorge de Lima, natural de União dos Palmares:

 

EU VOS ANUNCIO A CONSOLAÇÃO

Os pobres que só têm sua pobreza e nada mais; 

Os moribundos que contam só com o seu fim e nada mais; 

Os fracos que só possuem sua fraqueza e nada mais; Podem andar sobre as águas do mar.

Os que têm rebanhos de máquinas; 

Os que estão pesados de crimes e de ouro ou de ódio ou de orgulho; 

Esses se afundarão.

Chamaremos um que a guerra comeu quase todo e só deixou os joelhos caídos no chão. 

Esse, Deus lhe dará uma vida de novo.

Chamaremos um que apagou a vida que Deus lhe entregou, e a ruindade da terra estragou com seus vícios. 

Esse, Deus lhe dará uma vida de novo.

Chamaremos um que viu o primeiro minuto e morreu. Um que queria sorrir e nasceu sem ter lábios. 

Esses serão consolados. 

Esses ficarão à direita da mão.

 

O reitor encerrou sua participação na conferência com uma audacioso "Fora Temer!", sendo ovacionado pelos ali presentes.

 

Ações do documento

bannereduneal.jpg

banner_lateral_SEI.jpg

sisu.png

sistema academico

sistema-academico-tecnico.jpg

CPL

logo prodic

egresso-frase.png

bannereduneal.jpg

ouvidoria.png

lateral_registro_diplomas_externos.jpg