Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2017 Novembro Seminário Negritude e Resistência será realizado de 28 a 30 de novembro
23/11/2017 - 12h08m

Seminário Negritude e Resistência será realizado de 28 a 30 de novembro

Este ano, junto com o Enconquite

Seminário Negritude e Resistência será realizado de 28 a 30 de novembro

A Universidade Estadual de Alagoas sediará, de 28 a 30 de novembro, no Campus I – Arapiraca, a 13ª edição do Seminário Negritude e Resistência que, promovido pelo Núcleo de Estudos Afrobrasileiros (NEAB) da Uneal, este ano, acontece junto ao 3º Encontro e 2ª Jornada Científica de Comunidades Quilombolas e Povos Tradicionais de Terreiro de Alagoas (Enconquite).

Os eventos são abertos a comunidades quilombolas de espaço urbano e rural, religiosos de Matriz Africana, gestores públicos nas esferas federal, estadual e municipal, profissionais da saúde, artistas, estudantes, professores e demais interessados no tema.

A programação é diversificada e conta com rodas de conversa; atividades culturais; mostra de fotografias; apresentação de trabalhos; pactuação entre as três esferas de governo e as lideranças comunitárias representadas.

Confira:

 

28 DE NOVEMBRO – (TERÇA-FEIRA)
08h – Credenciamento
09h – Abertura do evento Xirê
Composição da mesa:
Religiosos/as, Quilombolas e demais representantes de instituições presentes.

10h – Mesa 01: Questão Agrária: avanços e ameaças – análise de conjuntura da questão agrária e políticas territoriais.

Coordenação: Profa. Me. Queila Brito
Composição:
Prof. Dr. Wendell Fischer – UFAL
Representante da Fundação Cultural Palmares – FCP/MinC
Representante do Quilombo de Tabacaria
Representante do INCRA
Representante do ITERAL

14h - Apresentação de trabalhos – ST 01
16h – Oficina de elaboração de projetos e captação de recursos - Prof. Me. Paulo Simões – UFAL/Arapiraca

19h – XII - Seminário Negritude e Resistência
Palestra: Prof. Me Alan Passos - IFCE
Tema: Aspectos da formação histórica do Candomblé baiano e suas identidades étnicas
19h40
Palestra: Prof. Me. Dimas Catai Santos Junior - IFCE
Tema: Juventude, identidade negra e violência.
20h20 - Debate

20h50 – Apresentação Cultural – Côco dos Gomes - Arapiraca

29 DE NOVEMBRO – (QUARTA-FEIRA)
10h – Mesa 02: Cultura brasileira e educação: a oralidade nos Quilombos e nos Terreiros.
Coordenação: Prof. Doutorando Gustavo Gomes – UFAL
Composição:
Prof. Dr. José Vieira - UFAL
Prof. Doutorando Igor Luiz Rodrigues - UFSC
Prof. Me. Zezito de Araújo - SEDUC
Representante da Comunidade Quilombola Carrasco - Genilda
Representante da Juventude – Mestranda Gabriela Torres - UFAL
Representante de Terreiro – Yalorixá Mãe Neide Oyá D’Oxum - GUESB

14h – Apresentação de trabalhos – ST 02 e 03
16h – Oficina de elaboração de projetos e captação de recursos - Prof. Me. Paulo Simões – UFAL/Arapiraca

19h – XII - Seminário Negritude e Resistência
Palestra: Prof. Me. Moisés Silva - PPGH-UFBA
Tema: Alagoas na rota do tráfico de africanos.
21h – Apresentação Cultural – Mestra Zeza do Côco - Maceió


30 DE NOVEMBRO – (QUINTA-FEIRA)
10h – Mesa 03: Conhecendo nossa história: da África pré-colonial à contemporaneidade – concepções diaspóricas.
Coordenação: Helcias Pereira – Presidente do CONEPIR
Composição:
Profa. Dra. Clara Suassuna – UFAL
Prof. Dr. Clébio Araújo – UNEAL
Prof. Dr. Julio Cesar de Tavares – LEECCC/UFF
Representante de Quilombo – Ivan - Comunidade Quilombola Pau D’Arco
Representante da Juventude – Ekedi Lucélia – Casa de Iemanjá
Representante de Terreiro – Babalorixá Célio Rodrigues – Casa de Iemanjá

15h – Caminhada contra intolerância religiosa

18h – Oficina de Turbantes – Luh dos Turbantes

19h – XII - Seminário Negritude e Resistência
Palestra: Prof. Dr. Julio Cesar de Tavares – LEECCC/UFF
Tema: Africanidades, Diáspora e identidade negra.
21h – Apresentação Cultural – Abí Axé – Delmiro Gouveia


SIMPÓSIOS TEMÁTICOS
ST 01. Políticas Territoriais: avanços e ameaças – análise de conjuntura da questão fundiária no Brasil.
Coordenação: Profa. Me. Queila Oliveira - INCRA
Este Simpósio Temático tem como objeto as questões territoriais envolvendo comunidades tradicionais, entre elas quilombolas, indígenas, religiões de matriz africana, pescadores, povos ciganos, fundo de pasto, indígenas. Abriremos espaço também para apresentação de trabalhos a respeito da temática da reforma agrária, incluindo assentamentos e acampamentos. O nosso objetivo é fazer uma discussão sobre os atuais conflitos envolvendo as populações acima citadas e as ameaças aos seus direitos.

ST 02. Cultura brasileira e educação: a oralidade nos Quilombos e nos Terreiros.
Coordenação: Prof. Dr. Gustavo Gomes - UFAL
Este ST pretende dar visibilidade à produção documental que vem sendo realizada através dos mais diversos campos de pesquisa e que tratam das comunidades tradicionais de matriz africana. Desde a preservação da cultura, através de suas manifestações e transmissão do conhecimento através das gerações.

ST 03. Conhecendo nossa história: da África pré-colonial à contemporaneidade – concepções diaspóricas.
Coordenação: Prof. Dr. Clébio Araújo – UNEAL
O presente simpósio pretende contemplar trabalhos que versem sobre o caminho diaspórico, desde o século XI até os dias atuais. Permitindo uma abordagem ampla do comércio de escravos entre as Américas, especialmente o Brasil, e o continente africano. Visibilizando na contemporaneidade os problemas advindos do processo de escravidão.

 

Ações do documento

bannereduneal.jpg

banner_lateral_SEI.jpg

sisu.png

sistema academico

sistema-academico-tecnico.jpg

CPL

logo prodic

egresso-frase.png

bannereduneal.jpg

ouvidoria.png

lateral_registro_diplomas_externos.jpg