Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias A poesia concretiza-se em livro de professor do Campus V, da Uneal
26/03/2012 - 11h05m

A poesia concretiza-se em livro de professor do Campus V, da Uneal

Obra será lançada na sexta-feira (30), em restaurante no centro de Maceió

A poesia concretiza-se em livro de professor do Campus V, da Uneal

Jeová Santana é um profissional multifacetado. Além de lecionar no Campus V da Universidade Estadual de Alagoas, em União dos Palmares, também é professor da rede pública de ensino em Sergipe, e ainda trabalha na Fundação Aperipê de Sergipe, onde produz e apresentado o programa “Mestres e Músicas", na rádio Aperipê FM, 104.9, em Aracaju.

Em meio a tantas obrigações, Jeová encontra ainda tempo para fazer arte. A literatura é uma paixão na vida dele. Prova disso são as obras publicadas. As três primeiras foram em prosa. São elas: “Dentro da casca”; “A ossatura” e o “Inventário de ranhuras”.

Agora, ele lança a obra “Poemas Passageiros”, com o apoio da Universidade Estadual de Alagoas. O lançamento ocorrerá, na sexta-feira (30), às 20h, no restaurante Mandala, localizado à Rua Barão de Maceió, no centro da capital alagoana.

A noite terá a participação especial de Eliana Kefalás, Marcelo Marques, Patrícia Polayne e o reitor da Uneal, professor Jairo José Campos da Costa. “Espero encontrar novos e antigos leitores, na próxima sexta-feira, para que possamos brindar a esta arte milenar, para a qual ofereço esta contribuição de aprendiz. Agradeço o apoio da Uneal, na pessoa do reitor Jairo José Campos da Costa, para que esse projeto fosse concretizado”, afirmou.

Sobre a incursão nos versos, ele declara: “lançar um livro de poemas (prefiro dizer assim, pois a poesia, se houver, vem depois) é muita responsabilidade. Fazer isso aos cinquenta anos pelo menos me dá a noção que tenho consciência disso, e espero ser digno de frequentar pelo menos a varanda da casa de quem fez desse ofício uma luta da vida inteira: Drummond, João Cabral, Ferreira Gullar, Bandeira.”

Confira uma das poesias do escritor:
 

FOTOGRAFIA

A água fálica

aduba o chão

dos minguados ricos

das Alagoas

 

A água lodo

pousa na porta

dos muitos pobres

das Alagoas

 

A tarde vai-se

e trisca, então

uma poesia ácida

na rodovia

 

Aracaju, 11.1.2008


 

Ações do documento

sisu.png

sistema academico

sistema-academico-tecnico.jpg

BanneRegistro.jpeg

CPL

logo prodic

revistas.png

egresso-frase.png

ouvidoria.png