Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias ALE sedia debate sobre as universidades estaduais de Alagoas
20/09/2012 - 18h35m

ALE sedia debate sobre as universidades estaduais de Alagoas

ALE sedia debate sobre as universidades estaduais de Alagoas

Clau Soares

Estudantes, técnicos administrativos e professores da Universidade Estadual de Alagoas lotaram o plenário da Assembleia Legislativa de Alagoas, em Maceió, na manhã desta quinta-feira (20). Com representantes dos seis campi da instituição, a comunidade acadêmica compareceu à capital para participar da audiência pública que debateu a situação das universidades públicas estaduais.

A sessão foi aberta pelo deputado Judson Cabral (PT) que propôs e organizou a sessão junto com os reitores da Uncisal e da Uneal. Na ocasião, ele destacou a importância do ensino superior para Alagoas, bem como a necessidade de mais financiamento para a área. Judson defendeu que sejam garantidos repasses orçamentários para as instituições públicas de ensino superior, conforme previsão do artigo 202, da Constituição Estadual.

O reitor da Uneal, professor Jairo José Campos da Costa, em um discurso crítico e emocionante, apresentou um breve relato das condições de funcionamento da universidade. Ele citou a falta de estrutura física, o reduzido número de servidores, tanto professores quanto técnicos administrativos. Ele cobrou ainda a realização dos concursos para professor efetivo, que deveria ter ocorrido em junho, e para substituto cujo processo de abertura está com o Governo desde fevereiro deste ano. O reitor lembrou ainda que as negociações com o governo não têm avançado. Em sua fala, o reitor contagiou a todos e foi aplaudido de pé por pelos presentes.



Rozângela Fernandes, reitora da Uncisal, destacou que a situação da instituição que ela dirige não se diferencia muito da Uneal. Ela relatou problemas na estrutura física e falta de servidores nas unidades de saúde ligadas à universidade. “A Uncisal não tem orçamento da Educação, apenas da Saúde”, afirmou. Fernandes registrou a ausência de um representante da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte.

A reitora da Uncisal ressaltou que somente três estados do Brasil não possuem universidade. “Como não é de competência do Estado o ensino superior? O custeio da universidade é de responsabilidade do Estado”, disse a gestora, ao afirmar que o Ministério da Educação não financia IES estaduais.

Os presidentes dos sindicatos dos Docentes, Luiz Gomes, e dos Técnicos da Uneal, Júnior Araújo, também falaram na tribuna sobre os problemas enfrentados pela instituição. Já a representante do DCE/Uneal, Taciana Brito, falou da rotina dos estudantes do interior. “Todos os dias, saímos de casa para outra cidade para estudar e nos deparamos com um ensino que não merecemos”, ao citar as deficiências nas unidades da Uneal.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Eduardo Setton, participou da audiência como representante do Governo. Ele relatou  que o governo não tem interesse em fechar as IES estaduais e propôs que as categorias das universidades, junto com os gestores, formem uma comissão para negociar cada uma das necessidades com o governador Teotônio Vilela Filho.

De acordo com Judson Cabral (PT), será elaborada uma carta expondo as questões levantadas durantes a audiência para ser entregue ao governador.



Participaram ainda dos debates, representantes da União Nacional dos Estudantes (UNE), dos Estudantes Secundaristas, da Central Única dos Trabalhadores, do Sindicato dos Técnicos da Uncisal e DCE/Uncisal. Os deputados Ronaldo Medeiros (PT) e Fernando Toledo (PSDB) também estiveram presentes na ALE.

Ações do documento

banner_lateral_SEI.jpg

sisu.png

sistema academico

sistema-academico-tecnico.jpg

CPL

logo prodic

revistas.png

egresso-frase.png

ouvidoria.png