Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Mestrado: Uneal busca implantação de pós-graduação Stricto Sensu
27/06/2012 - 16h35m

Mestrado: Uneal busca implantação de pós-graduação Stricto Sensu

Proposta da instituição foi submetida nesta terça-feira (26)

Mestrado: Uneal busca implantação de pós-graduação Stricto Sensu

Para se manterem como universidade, as instituições de ensino superior devem implantar cursos Stricto Sensu até 2013. Na Universidade Estadual de Alagoas, desde março deste ano, um verdadeiro mutirão de docentes, gestores e parceiros trabalha para a construção da proposta do mestrado da IES cuja submissão à Capes ocorreu, nesta sexta-feira (26), pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação.

A Uneal tem trabalho com afinco nesta tarefa. “A Universidade vem se empenhando na elaboração de projetos, tendo no ano de 2011, encaminhado à Capes para avaliação as propostas “Ensino de Língua Portuguesa e sua Literatura” e ‘Ensino de Química”, explica a pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, Maria Francisca Oliveira Santos. Embora tenham sido apontadas potencialidades, a Capes não recomendou a implantação dos projetos em virtude das fragilidades quanto à produção científica na Uneal.

Para sanar as deficiências apontadas pela Capes, a Propep iniciou, no primeiro semestre de 2012, um trabalho de mobilização entre os professores doutores da instituição. Os docentes foram convidados a participar do processo de construção de uma nova proposta de mestrado. Durante as reuniões, realizadas semanalmente, foram socializadas informações e debatidas as possibilidades para o desenvolvimento do programa de pós-graduação da instituição, como o novo formato dos núcleos de pesquisa.

Neste trabalho, a Uneal recebeu o apoio dos professores visitantes, cedidos pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal). Os doutores Élcio Verçosa, Tânia Moura e Maísa Gomes Kullok estiveram empenhados em contribuir com a consolidação e ampliação da pesquisa na Universidade.

Outra contribuição decisiva foi a do consultor da Fapeal, professor José Fernandes Lima. O docente participou de reuniões com gestores e docentes da Uneal, orientando sobre a construção coletiva do projeto do mestrado acadêmico em Desenvolvimento Regional, de acordo com as orientações do Aplicativo para Propostas de Cursos Novos da Capes (APCN).

O professor elogiou o engajamento dos professores da Uneal e falou sobre a importância da criação de um curso de mestrado. “A pós-graduação Stricto Sensu muda o ambiente acadêmico de qualquer universidade.”, afirmou Fernandes Lima.

A proposta submetida é de mestrado acadêmico em Desenvolvimento Regional, com duas linhas de pesquisa: Desenvolvimento e Sustentabilidade do Semiárido; e Organização Espacial, Temporalidades e Representações Culturais. A seleção será anual, com a oferta de 15 vagas, para profissionais que atuam em diferentes áreas e campos de conhecimento.

Ações do documento

banner_lateral_SEI.jpg

sisu.png

sistema academico

sistema-academico-tecnico.jpg

CPL

logo prodic

revistas.png

egresso-frase.png

ouvidoria.png