Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Polo Agroalimentar é tema de oficina na Uneal
30/05/2012 - 09h49m

Polo Agroalimentar é tema de oficina na Uneal

Professores da Universidade e técnicos da Secti participaram da atividade

Polo Agroalimentar é tema de oficina na Uneal

Os polos agroalimentares das cidades de Arapiraca e Batalha foram o foco de uma oficina realizada, na manhã desta quarta-feira (30), na Sala dos Conselhos, localizada no prédio da Reitoria da Universidade Estadual de Alagoas. Professores da Uneal e representantes da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação participaram do encontro.

O reitor da Universidade, professor Jairo José Campos da Costa, destacou o empenho do secretário Eduardo Setton para o andamento do processo de implantação dos polos e ainda a presença dos professores na oficina. “É muito importante que nossos professores participem desse projeto que pretende transformar a realidade social do interior de Alagoas”, afirmou Jairo Campos.

Já o secretário de Estado da Ciência e Tecnologia, Eduardo Setton, explicou que o Polo Agroalimentar faz parte do Parque Tecnológico Social do Estado de Alagoas que envolve mais dois polos. “Em Maceió, ficará sediada uma fundação que fará a gestão dos pólos agroalimentares, de tecnologia de informação e comunicação; e de materiais. Nossa meta é ampliar o número de pólos em AL, em diversas áreas”, afirmou.

Setton destacou ainda o papel da Uneal na Rede Alagoana de Inclusão Digital. “Nós contamos muito com a participação das universidades nesse processo de implantação de novos telecentros cujo foco é incluir digitalmente as pessoas. A Uneal ficaria com a de incumbência de disponibilizar um espaço e incluir a sociedade, por meio dos equipamentos cedidos pela Secti”, reiterou Eduardo Setton.

O superintendente de Ciência, Tecnologia e Inovação da Secti, João Geraldo de Oliveira Lima, apresentou o projeto Fortalecimento do Sistema Alagoano de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico do Segmento Agroalimentar (Sitagro), detalhando todas as etapas que envolvem o pleno funcionamento do Polo Agroalimentar.

O Polo Agroalimentar vai fornecer serviços, execução de projetos de pesquisas básicas e aplicadas, nas áreas de Agrometeorologia, Agropecuária, Certificação, Análises físico – químicas Análises microbiológicas, Alimentos e desenvolvimento de novos produtos/serviços. O projeto está orçado em mais de R$ 11 milhões, somados o financiamento da FINEP e as contrapartidas da Fapeal e da Secti.

O professor Deyvsson Cavalcanti conduziu a oficina. Para ele, as atividades foram positivas para a comunidade acadêmica.

Ao final das atividades, ficou decidido que será construído um cronograma para marcar as próximas reuniões.
 

Ações do documento

banner_lateral_SEI.jpg

sisu.png

sistema academico

sistema-academico-tecnico.jpg

CPL

logo prodic

revistas.png

egresso-frase.png

ouvidoria.png