Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Professora da Uneal é reconduzida ao Conselho Superior da Fapeal
09/08/2012 - 11h09m

Professora da Uneal é reconduzida ao Conselho Superior da Fapeal

Ex-bolsista da fundação, Maria Francisca Oliveira Santos é pró-reitora de Pesquisa da universidade estadual

Professora da Uneal é reconduzida ao Conselho Superior da Fapeal

Fonte: Site da Fapeal

O Governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho, reconduziu a professora Maria Francisca Oliveira Santos ao cargo de membro do Conselho Superior da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), como representante da área de Ciências Sociais e Humanas, para mais um mandato de três anos. A decisão foi publicada no Diário Oficial do dia 2 de agosto, através do Decreto nº 21.590, de 1° de agosto de 2012.

Doutora em Letras, Maria Francisca Oliveira Santos é pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) e conselheira da Fapeal desde 2009. Sua indicação para um novo mandato foi alcançada após eleição entre os pares cadastrados na Fapeal – pesquisadores da área de Ciências Sociais e Humanas e Artes – ocorrida no mês de julho e confirmada pelo Governador. A posse para o novo mandato, com duração até maio de 2015, será na próxima reunião do Conselho, em setembro.

O Conselho Superior é o órgão colegiado de deliberação da Fapeal. É composto por onze membros, sendo quatro escolhidos pelo Governo do Estado dentre pessoas com reconhecida experiência e atuação em áreas como Educação, Administração, Ciência e Tecnologia e Atividades Empresariais, seis doutores indicados pela comunidade científica através de eleição, e um membro nato, que é o Secretário de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação.

O mandato dos seis conselheiros doutores é de três anos, podendo haver uma única recondução. Entre as competências do Conselho Superior estão as de aprovar os planos anuais de trabalho, apreciar a proposta orçamentária e as prestações de conta anuais da fundação. A função de conselheiro não é remunerada.

Mulheres

“Fui bolsista da Fapeal no mestrado e no doutorado e minha participação no Conselho Superior é uma forma de retribuição e de contribuir para o desenvolvimento das Ciências no meu campo do conhecimento”, disse a professora Maria Francisca. Ela reforça o time feminino na gestão da Fapeal. Em vinte e um anos, é a primeira vez que a instituição tem uma mulher como presidente, a doutora em Química e também professora da Uneal, Janesmar Cavalcanti, e tem ainda outras três conselheiras: as professoras Salete Smaniotto e Rosângela Wyrzomirska, além de Maria Francisca.

Outras mulheres ocupam posição de destaque na fundação. Duas das três diretorias, e sete, das oito coordenações, além da chefia de gabinete e da assessoria de comunicação são ocupadas por elas.

Universidades estaduais
Apesar de não participarem do Conselho como representantes das instituições onde atuam, mas das áreas de Ciências Biológicas e da Saúde e de Ciências Sociais e Humanas e Artes, as professoras Rosângela Wyrzomirska, reitora da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), e Maria Francisca Oliveira Santos, pró-reitora da Uneal, respectivamente, simbolizam a aproximação cada vez maior da Fapeal com as universidades estaduais.
 

Ações do documento

banner_lateral_SEI.jpg

sisu.png

sistema academico

sistema-academico-tecnico.jpg

CPL

logo prodic

revistas.png

egresso-frase.png

ouvidoria.png